Postagens

Postagem em destaque

O que falta no Brasil é honestidade e não recursos

Imagem
Boa noite Amigos, diante dessa crise "política" de herdeiros, PSDB para PMDB e do PT para PMDB, onde rombos bilionários surgem a cada dia, sejam nos municípios, estados e na própria União, cujos os autores e atores não são identificados ou condenados, seja pela demora em reunir provas ou até mesmo pela bondosa paciência do STF, o nosso Brasil vai em direção ao abismo de trevas criado por essa nefasta prática da CORRUPÇÃO, IRMÃ GÊMEA DA MISÉRIA E TIA DA GANÂNCIA. 
Como pode um País como esse viver assim e ainda não ter alcançado statos de primeiro mundo, riquezas naturais não faltam, recursos hídricos em abundância, subsolo com fortunas incalculadas e um povo extremamente criativo, o que falta para sermos um país de ponta?    
O que falta no Brasil é honestidade, porque recursos nós temos para dar e vender!
Jaime AVS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Crivella muda calendário de pagamentos dos servidores do 1º semestre de 2018

Imagem
O prefeito Marcelo Crivella assina decreto, publicado nesta segunda-feira no Diário Oficial do Município do Rio, em que altera as datas de pagamento dos cerca de 173 mil servidores públicos municipais. Os depósitos deixarão de ser feitos até o segundo dia útil do mês seguinte ao trabalhado. O pagamento de dezembro será feito apenas no sétimo dia útil do mês, enquanto os demais meses, até junho, terão depósitos até o quinto dia útil do mês.
Sem comentários...

Perdas e mais perdas, anos após anos...

Imagem
Boa noite Amigos,


Enquanto os trabalhadores da iniciativa privada buscam na Justiça do Trabalho a revisão do seus salários, para adequá-los à inflação, o servidor público, pelo regime legal vigente, fica prostrado diante da vontade pessoal do chefe do Executivo, para conceder ou não, o reajuste anual, e pior, na data que lhe convêm.  
Isso porque a Justiça ainda não acolheu qualquer forma institucional imparcial – entre as duas partes interessadas – de impor à administração o cumprimento da regra constitucional do Art. 37, X.
Manipula o vencimento dos servidores públicos, não defere a eles o direito legítimo da recomposição do valor real, criando assim uma forma perversa para desarticular a prestação do serviço público permanente.
Anos após anos os servidores vem sendo massacrados, direitos legais retirados,  de forma arbitrária, os vales refeição e alimentação a cinco anos sem reajuste, enquanto o poder de compra do servidor vem diminuído progressivamente, por outro lado os cargos de com…

Anúncio

Ouvidoria do Rio